Instituto Brasileiro de Museus

Museu Villa-Lobos

Festival Villa-Lobos

O lançamento do primeiro Festival Villa-Lobos online acontece no ano em que o Museu Villa-Lobos comemora 60 anos de existência. Aliando-se a personalidades e instituições do meio musical carioca, a alguns músicos pioneiros do Projeto Mini-Concertos Didáticos e a outros importantes colaboradores, a instituição revisita sua história e presta homenagem a Arminda Villa-Lobos, sua primeira diretora. 

MÚSICA VARIADA PRA ALEGRAR OS CORAÇÕES 

Vamos surpreender os amantes da obra de Villa-Lobos e da música brasileira com uma programação diversificada. E quem mora longe do Rio de Janeiro também terá a oportunidade de apreciar!

 Entre os dias 9 e 27 de novembro, sempre às 16 horas, o MUSEU VILLA-LOBOS apresenta vídeos inéditos e lives com estreia no nosso canal do Youtube. A programação musical contará com renomados intérpretes do cenário musical brasileiro. 

Na 1a. semana o público vai conhecer a nova identidade visual do MVL e o espaço é dedicado ao repertório para violoncelo e piano. Participam intérpretes como David Chew, os Duos – Lars Hoefs e Aline Alves; Fábio Almeida e Catherine Henriques. E, ainda durante esta semana, ilustrando a música de concerto, a Orquestra da UFRJ, sob a regência do maestro Marcelo Jardim.

A 2a. semana de programação celebra os projetos desenvolvidos pelo MVL ao longo do ano. Grupos com diferentes formações instrumentais irão pontuar o encontro entre o popular e o erudito no ideário de Villa-Lobos: o Coral Coroá, regido por Ignez Perdigão; a pianista Elizabeth Aparecida; o quarteto Brasil Pandeiro, integrado por Luis Claudio Soares (trombone), Arnaldo Tavares (cavaquinho), Ramon Calixto (violão) e Diego Soares (percussão); a voz de Manuelai Camargo e o violão de Cyro Delvizio, com o Duo Cancionâncias; e, para fechar a semana, o grupo instrumental Água de Moringa, integrado pelos músicos Rui Alvim (sopros), Marcílio Lopes (bandolim), Jayme Vignoli (cavaquinho), Luiz Flávio Alcofra (violão), Josimar Carneiro (violão 7 cordas) e André Santos (Boxexa) (percussão), acompanhados da cantora Mariana Baltar, nos apresenta o espírito chorão dos músicos do Rio de Janeiro do final do século XIX que inspirou Villa-Lobos. 

 Na 3a. e última semana do Festival Villa-Lobos 2020, o público será presenteado com pérolas da obra de câmara do compositor com o ciclo As pianistas tocam Villa-Lobos, organizado pelas professoras da UNIRIO Maria Teresa Madeira, Lúcia Barrenechea, Erika Ribeiro e Marina Spoladore. Dois solistas renomados, o violoncelista Hugo Pilger e o violinista Daniel Guedes são os convidados deste ciclo, que conta, ainda, com a participação especial dos pianistas Adriano Souza, Tiago Batistone, Henrique Rabelo, Matheus Kern e Pedro Izar. Outro destaque do ciclo As pianistas tocam Villa-Lobos será a oportunidade de conhecer – ver e ouvir – o violoncelo de Villa-Lobos sendo tocado por Hugo Pilger, em duo com Lúcia Barrenechea. 

A novidade, que encerra o Festival, é o lançamento do VillaCast, podcast sobre a vida e a obra do compositor. Pedro Belchior, historiador e pesquisador do MVL e  Eduardo Seabra, músico,  jornalista  e bolsista do CNPQ, em live nas redes sociais do Museu, falarão sobre o processo de criação do programa e o que o público pode esperar do VillaCast.  O primeiro episódio será em comemoração aos cem anos do ciclo Choros. Esta estreia contará com performances musicais do violonista Fábio Adour e da pianista Maria Teresa Madeira.

 O PROGRAMA

1ª Semana 

Segunda-feira: 09/11, 16 horas – Abertura do Festival Villa-Lobos:  Lançamento da Identidade Visual do MVL + Recital do violoncelista David Chew.

Terça-feira: 10/11, 16 horas: Recital do duo Fábio Almeida, violoncelo, e Catherine Henriques, piano. Projeto Mini-Concertos Didáticos.

Quarta-feira: 11/11, 16 horas: Recital do duo Lars Hoefs, violoncelo, e Aline Alves, piano.

Quinta-feira: 12/11, 16 horas: Concerto da Orquestra da UFRJ. Regência: Marcelo Jardim.

Sexta-feira: 13/11, 16 horas: Concerto da Orquestra da UFRJ. Regência: MArcelo Jardim.

2ª Semana 

Segunda-feira: 16/11, 16 horas: Grupo Coroá, regente Ignez Perdigão. Projeto Encontro de Corais.

Terça-feira: 17/11, 16 horas: Recital de Elizabeth Aparecida, piano. Projeto Mini-Concertos Didáticos.

Quarta-feira: 18/11, 16 horas: Recital do Quarteto Brasil Pandeiro. Projeto Mini-Concertos Didáticos.

Quinta-feira: 19/11, 16 horas: Recital do Duo Cancionâncias. Projeto Mini-Concertos Didáticos.

Sexta-feira: 20/11, 16 horas: Recital do grupo instrumental Água de Moringa. Participação especial: Mariana Baltar

3ª Semana 

Segunda-feira: 23/11, 16 horas: Recital de Maria Teresa Madeira, piano. Participação especial: Pedro Izar.  Ciclo As pianistas tocam Villa-Lobos

Terça-feira: 24/11, 16 horas: Recital de Marina Spoladore, piano. Convidado: Daniel Guedes, violino. Participação especial: Matheus Kern.   Ciclo As pianistas tocam Villa-Lobos

Quarta-feira: 25/11, 16 horas: Recital de Lúcia Barrenechea, piano. Convidado: Hugo Pilger, tocando o violoncelo que pertenceu a Villa-Lobos. Participação especial: Adriano Souza. Ciclo As pianistas tocam Villa-Lobos

Quinta-feira: 26/11, 16 horas: Recital de Erika Ribeiro, piano. Participações especiais: Tiago Batistone e Henrique RabeloCiclo As pianistas tocam Villa-Lobos

Sexta-feira: 27/11, 16 horas – Encerramento do Festival Villa-Lobos: Live de lançamento do VillaCast,  podcast sobre vida e obra do compositor em seis episódios.   Pedro Belchior, historiador e Eduardo Seabra, músico e jornalista apresentam os bastidores de “O choro e os Choros de Villa-Lobos” + performances musicais com Fábio Adour, violão, e Maria Teresa Madeira, piano.

Nos acompanhe nas nossas redes sociais!
Facebook: @villalobosmuseum
Instagram: @museuvillalobos
Youtube: youtube.com/c/MuseuVillaLobos