Fechar
Página inicial Últimas Notícias Museu Villa-Lobos celebra aniversário com programação especial

Museu Villa-Lobos celebra aniversário com programação especial

Publicado em 18/06/21 15:54 , Atualizado em 21/06/21 21:08 | Acessos: 164

O Museu Villa-Lobos celebra seu aniversário com uma programação especial nos dias 22 e 24 de junho, a partir das 16hs. Os eventos serão disponibilizados em suas redes sociais neste momento em que o ambiente virtual ocupa os espaços de afeto criados pelo Museu junto a seu público. 

A programação escolhida para celebrar os 60 anos da instituição possui dois aspectos essenciais: acolher o visitante em um passeio pelo casarão histórico que abriga o acervo do compositor levando-o a conhecer a nova exposição especialmente idealizada para a ocasião; e embalar os corações dos admiradores deste genial artista com o canto coral, expressão musical que o elevou ao patamar de educador e marcou sua carreira profissional por cerca de duas décadas. 

Pelas mãos do então presidente Juscelino Kubitschek, em 22 de junho de 1960, foi instituído um decreto que criou o Museu Villa-Lobos, materializando o sonho de Arminda, professora de educação musical e segunda esposa do compositor. Desde então, a instituição voltou-se para o compromisso de difundir a obra artística e educacional de Villa-Lobos e manter vivos os laços estabelecidos pelo compositor com a sociedade por meio de suas ações e projetos.

 

Sobre a programação:

 

Dia 22 de junho, às 16 horas - live de lançamento da exposição "Memórias de Arminda", lançamento em formato virtual + Street view na página do Google Arts & Culture. A mostra é um mergulho na vida e no legado de Arminda Neves d'Almeida Villa-Lobos (1907-1985), personalidade do campo musical e museal no Brasil. Após a morte do companheiro (novembro de 1959), com o apoio de amigos, artistas, intelectuais e políticos, Arminda articulou a criação de um museu dedicado a Villa-Lobos e o dirigiu de 1960 até 1985. Na memória social da música brasileira, a “Mindinha de Villa-Lobos” destacou-se pela competência e tenacidade com que se dedicou ao projeto de preservar e difundir a obra e o legado do maior compositor das Américas. 

A exposição conta com recursos de acessibilidade comunicacional e se inspira nos ambientes frequentados por Arminda - o apartamento em que viveu com o compositor e seu espaço de trabalho como primeira diretora do Museu Villa-Lobos - e, ainda, nos principais projetos realizados durante sua gestão.

Sobre o Google Arts & Culture 

O Google Arts & Culture disponibiliza mais de 2.000 museus ao seu alcance. É a sua porta para explorar a cultura em toda a sua diversidade, uma maneira imersiva de explorar arte, história, maravilhas do mundo e histórias sobre o patrimônio cultural, desde as pinturas dos quartos de Van Gogh, a cela de Mandela aos templos antigos, dinossauros, ferrovias indianas ou comida no Japão. Mais sobre o Google Arts & Culture: aqui. O aplicativo Google Arts & Culture é gratuito e está disponível na Web, no iOS e no Android

 

Dia 24 de junho, às 16 horas - vídeo do coro juvenil São Vicente a Cappella (SVAC) apresentando “A Lua Girou”, canção do folclore brasileiro adaptada por Milton Nascimento, com arranjo de André Protásio e solo de Vicente Costa Nucci em edição experimental da regente Patrícia Costa que propõe um diálogo entre linguagem musical e fotos de Luiz Bhering. O "diálogo SVAC/Bhering – A Lua Girou" utiliza a edição de um concerto do SVAC de 2017 (Flash Filmes). Este trabalho estreou no 11th World Choir Festival on Musical (digital Edition), realizado na Grécia, em maio de 2021.

O SVAC abre a temporada virtual de 2021 da série Encontro de Corais promovida pelo Museu Villa-Lobos. O compositor dedicou-se à educação musical, especialmente por meio do canto coletivo, além de escrever para diferentes formações vocais. Os encontros de corais inspiram-se em sua trajetória e tem o objetivo de promover a troca de experiências entre grupos vocais, regentes e arranjadores, além de aprofundar os laços entre o Museu, seus parceiros e o público.

Sobre o São Vicente a Cappella e o trabalho de regência

 

São Vicente a Cappella - coro juvenil dedicado ao repertório a cappella, o SVAC nasceu em 1999, integrado por alunos, ex-alunos e jovens amigos do Colégio São Vicente de Paulo (Cosme Velho). Tornou-se referência, conquistando o 1º lugar na categoria coro juvenil misto, no concurso do Festival Summa Cum Laude, em Viena, em 2019, além de encantar plateias em Salzburg (Áustria), Praga (República Tcheca) e Munique (Alemanha). Em novembro de 2013 representou com destaque o coro juvenil brasileiro no Festival Cantapueblo, em Mendoza (Argentina). Com DVD gravado em 2008, o São Vicente a Cappella emocionou o público no encerramento do Shell Open Air, na Marina da Glória, em junho de 2018 e se apresentou como artista convidado na última edição de 2014 do The Voice Brasil. 

Patrícia Costa - criou e coordenou o bem-sucedido projeto coral do Colégio São Vicente de Paulo (Cosme Velho), desde 1993. Desta atividade contínua nasceu o coro jovem São Vicente a Cappella, referência dentro e fora do país. Doutora em Música pela UNIRIO, obteve bolsa CAPES/FULBRIGHT para doutorado sanduíche na Butler University (EUA) em 2015/2016. Sua tese “Características do repertório para coro juvenil: verificação de especificidades” foi indicada ao prêmio CAPES de teses de doutorado de 2017. Além de reger sete corais de diversas faixas etárias e repertórios, é diretora do coletivo feminino Gemas Cariocas, que em dezembro de 2020 ganhou o primeiro lugar no II INTERKULTUR Vídeo Award, em colaboração com o coro alemão Capriccioso. Constantemente convidada para diversos festivais e workshops no Brasil e no exterior, sobretudo na área do coro infantil, juvenil e direção cênica para corais, Patrícia Costa atualmente mora em Aveiro (Portugal). Neste país e na Alemanha vem desenvolvendo a abordagem EYES (Expressive Youthful Ensemble Singing) que propõe a interseção das linguagens teatral e musical, buscando aprimorar o canto expressivo em grupo. 

O coro jovem São Vicente a Cappella conta ainda com três regentes assistentes: Vicente Costa Nucci - cantor, arranjador, compositor, diretor musical e regente, bacharel em Arranjo/MPB pela UNIRIO. 

Taiana Machado - cantora, escritora e professora de música, regente no Colégio São Vicente e na Escola Sá Pereira, licenciada em Música pela UNIRIO e mestre em Educação pela UFRJ.

Danilo Frederico - cantor, preparador vocal e pianista, regente dos corais adultos do Colégio São Vicente de Paulo, atuando também como pianista e preparador vocal do SVAC. 

 

Acompanhe em nossas redes sociais!